Conheça Mestre Pastinha, capoeirista e filósofo popular

Com informações da Fundação Palmares

Vicente Ferreira Pastinha, o Mestre Pastinha, nasceu em 5 de abril de 1889, na Rua do Tijolo em Salvador, na Bahia. Filho do espanhol José Señor Pastinha e da baiana Eugênia Maria de Carvalho, Vicente foi apresentado à capoeira ainda criança.

Mestre Pastinha foi responsável pela difusão da Capoeira Angola, devolvendo a ela seu valor e visibilidade, enfraquecidas pela emergência e popularização da Capoeira Regional. Assim, fundou o Centro Esportivo Capoeira Angola (CECA), localizado no Largo do Cruzeiro de São Francisco, a primeira escola de Capoeira Angola.

Capoeira, patrimônio cultural

A história de vida e os ensinamentos de Mestre Pastinha, junto com a de outros mestres, que tenham sido seus alunos ou não, da Capoeira Angola ou Regional, motivou outras pessoas a praticar a capoeira, que se disseminou pelo país e pelo mundo, tornando-se um dos maiores símbolos da cultura brasileira.

A complexidade e expressividade da capoeira levaram o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) a registrar a Roda de Capoeira e o Ofício dos Mestres de Capoeira como patrimônios culturais imateriais brasileiros, em 2008, estando inscritos, no Livro de Registro das Formas de Expressão e no Livro de Registro dos Saberes, respectivamente.

Seis anos depois, a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) conferiu à Roda de Capoeira o título de Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade.

Sua opinião!

Gostou do artigo? Quero muito saber a sua opinião. Escreva um comentário!