“Kindred”, de Octavia E. Butler, traz protagonista negra que viaja no tempo

A indicação de hoje é o livro “Kindred: laços de sangue”, da escritora Octavia E. Butler. A grande dama da ficção científica ficou conhecida por inserir a questão do preconceito e do racismo em suas histórias.

O livro conta a história de Dana e seu marido que estão de mudança para um novo apartamento. Em meio a pilhas de livros e caixas abertas, ela começa a se sentir tonta e cai de joelhos, nauseada. Então, o mundo se despedaça.

Dana repentinamente se encontra à beira de uma floresta, próxima a um rio. Uma criança está se afogando e ela corre para salvá-la. Mas, assim que arrasta o menino para fora da água, vê-se diante do cano de uma antiga espingarda. Em um piscar de olhos, ela está de volta a seu novo apartamento, completamente encharcada. É a experiência mais aterrorizante de sua vida, até acontecer de novo. E de novo.

Quanto mais tempo passa no século XIX, numa Maryland pré-Guerra Civil dos Estados Unidos – um lugar perigoso para uma mulher negra –, mais consciente Dana fica de que sua vida pode acabar antes mesmo de ter começado.

O livro foi publicado no Brasil pela Editora Morro Branco.

Sua opinião!

Gostou do artigo? Quero muito saber a sua opinião. Escreva um comentário!