Primeiro ano do Movimento AR é marcado por avanços no combate ao racismo

Reitor da Universidade Zumbi dos Palmares e líder do Movimento AR, José Vicente comemora hoje (30/06) o primeiro ano dessa mobilização voluntária contra o racismo, a discriminação e o preconceito com diversas conquistas para a população negra brasileira.

Entre outras ações mais emblemáticas, o líder do movimento lembra a mobilização em defesa do programa de trainees da Magalu para jovens negros, que incentivou a abertura de vagas em outras grandes empresas exclusivamente para esse público, além da adesão da Prefeitura de São Paulo ao movimento, designando 12 CEUs (Centro Educacionais Unificados) que receberam nomes de personalidades negras ligadas à história do Brasil.

O primeiro ano da mobilização se encerra com o lançamento nacional da Campanha Cotas Sim em apoio ao Projeto de Lei PL 4656/20, do Senador Paulo Paim, em defesa da prorrogação por mais dez anos das cotas raciais no ensino superior, que deverá ser revisto pelo Congresso em 2022.

Ouça, no Podcast do Movimento Ar, sobre o balanço das principais ações do primeiro ano da mobilização, desenvolvidas em prol da diversidade, inclusão e cidadania da população negra no país.

 

Movimento AR é uma mobilização voluntária, com propósito de realizar mudanças e transformações sociais através de ações efetivas de combate ao racismo, ao preconceito e à discriminação racial contra negros.

O movimento é liderado pela Universidade Zumbi dos Palmares e pela ONG Afrobrás.

Sua opinião!

Gostou do artigo? Quero muito saber a sua opinião. Escreva um comentário!